Centrais reivindicam democracia, emprego e vacina para todos no 1° de Maio pela Vida

 


As Centrais Sindicais, pelo segundo ano consecutivo, farão o ato do Dia Internacional do Trabalhador no formato virtual. Neste momento em que o Brasil ultrapassa 380 mil mortes por Covid-19, o tema é 1° de Maio pela Vida – Democracia, Emprego e Vacina para Todos.  Ressaltamos também a luta das centrais sindicais pelo auxílio emergencial de 600 reais até o fim da pandemia.
 
CUT, Força Sindical, UGT, CTB, CSB, NCST, CGTB, Intersindical e Pública farão o 1º de Maio Unitário das Centrais Sindicais em live, que será transmitida, a partir das 14 horas, pela TVT – TV dos Trabalhadores, além dos canais no Youtube e redes sociais do movimento sindical.
 
O ato tem previsão de três horas de duração com falas dos dirigentes sindicais das nove centrais. Os ex-presidentes da República Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff e Fernando Henrique Cardoso,o  presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco,  Rodrigo Maia, Ciro Gomes, governador João Dória (SP),  governador Flávio Dino (MA),  Marina Silva, Guilherme Boulos, Manuela D Ávila, entre outros,  parlamentares e lideranças partidárias e de movimentos sociais, além de entidades sindicais internacionais e representantes de diferentes religiões, também participarão do 1º de Maio organizado pelas centrais sindicais.
 
Este ano, haverá a presença dos presidentes das centrais sindicais em estúdio, de onde farão seus discursos. O programa será ancorado pela cantora, compositora e apresentadora Ellen Oléria, que comanda o Estação Plural, na TV Brasil. Também no estúdio, a atriz, cantora e multi-instrumentista paraibana Lucy Alves fará a apresentação artística que encerrará o 1º de Maio Unitário das Centrais Sindicais.
 
As falas das lideranças sindicais, políticas e sociais serão intercaladas por apresentações e depoimentos de artistas sobre o tema deste ano – Vida, Democracia, Emprego, Vacina para Todos. Elza Soares, Chico César, Tereza Cristina, Delacruz, Johnny Hooker, Marcelo Jeneci, Odair José, Aíla, Bia Ferreira e Doralyce, Fábio Assunção, Osmar Prado, entre outros (ainda em confirmação) estarão na live das centrais.
 
O presidente da Força Sindical, Miguel Torres, ressalta a importância do ato unitário neste momento grave sanitário, resultado de descaso do governo federal, e problemas na economia, como aumento do desemprego e da renda dos trabalhadores. “Estamos na luta por um  auxílio emergencial de 600 reais,  vacina para todos e a retomada da economia”, afirma o líder sindical.
 
Fonte: Imprensa da Força Sindical

 width=

10/06/2021    O PIB da desigualdade

Por conceito, Produto Interno Bruto (PIB) é a soma de todos os bens e serviços produzidos em uma...

29/04/2021    Artigo - Emprego de volta de verdade só depois da vacina e da eleição

  Somos otimistas porque pessimismo não constrói nada. Mas não me lembro, nos meus mais de 30...

23/04/2021    Centrais reivindicam democracia, emprego e vacina para todos no 1° de Maio pela Vida

As Centrais Sindicais, pelo segundo ano consecutivo, farão o ato do Dia Internacional do Trabalhador no formato...

14/04/2021    Trabalhadores nas indústrias farmacêuticas conquistam reajuste de 6,94%

o dia 12 de abril, líderes da FEQUIMFAR/Força Sindical, FETQUIM/CUT, Sindicatos filiados e representa...

23/03/2021    Presidentes das centrais sindicais fazem live nesta quarta-feira

  Nesta quarta-feira (24/03/21), tem Live pela Vida, Vacina Para Todos Já e Auxílio Emergencial de R...

Rua Alberto Cury, 1 51 Centro CEP 17020-300 | Fone: (14) 3878-2000 | secretaria@sindquimbru.org.br